Incesto

Fui Eu Que Quis

A minha mãe esteve a trabalhar no sábado desde as 15h até às 23h e eu fiquei em casa sozinha com meu pai, vesti uma saia curta e uma camisolinha de alças, não pus cuequinhas. O meu pai estava na sala a ver televisão de cuecas, eu então pensei em arranjar uma maneira de lhe mostrar que não tinha cuequinhas vestidas então fui-me sentar no sofá que estava quase em frente dele e comecei a ler um livro do tio patinhas de vez em quando ia cruzando as pernas para ver se ele me via então ele perguntou-me se eu estava bem eu disse-lhe que estava um pouco chateada pediu-me para me sentar ao pé dele quando me dirigia para o sofá para me sentar ao lado dele ele perguntou-me se me queria sentar no seu colo, eu aproveitei e sentei-me virada para ele de joelhos no sofá e sentei o rabinho nas suas pernas eu tremia muito ele perguntou-me porque tremia eu disse que estava chateado com o meu namorado que ele era um parvo ele disse para não ligar e para lhe dar um abraço eu agarrei-me a ele e ele abraçou-me e puxou-me um pouco para ele, a ai senti que a sua pila já estava grande e sentia encostada no meio da minha xoxinha, comecei a tremer ainda mais ele perguntou o que foi, eu nada pai, perguntou novamente eu disse que estava a sentir o pênis dela na minha vagina, ele ficou também vermelho, levantou um pouco a minha saia espreitou e perguntou-me porque não tinha vestido cuecas eu não disse nada ele pediu-me para lhe dizer porque, então eu disse-lhe que já tinha visto o pênis dele quando estava a dormir no sofá e que também queria mostrar-lhe a minha xoxinha ele perguntou-me porque, eu disse que não sabia só queria mostrar então ele disse se podia ver bem eu disse que sim ele levantou-me a saia para cima e esteve a observar eu também vi a pila dele grande mesmo encostada a mim depois perguntou-me se eu tinha gostado de ver a pila dele eu abanei a cabeça a dizer sim perguntou-se se queria tocar-lhe eu abanei a cabeça dizendo que sim, ele então pediu-me para sentar ao lado dele eu sentei-me e ele agarrou a minha mão e pô-la em cima da pila dele eu fiquei parada, então pediu-me para tira-la toda para fora das cuecas eu assim fiz depois disse-me para agarrar com a mão e andar para cima e para baixo para senti-la eu assim fiz pediu-me para lhe dar um beijo eu dei-lhe um nos lábios assim muito rápido então ele disse que não era ai mas sim na pila dele e explicou-me como devia fazer eu então baixei-me e comecei a chupar a pila dele então pediu para parar, levantou-se eu estava sentada no sofá pediu para eu encostar o rabinho na beira do sofá eu assim fiz e disse-me para encostar que ele ia ver bem a minha xoxinha e se eu queria que ele desse beijinhos nela eu abanei a cabeça dizendo que sim eu já estava toda excitada então o meu pai baixou-se levantou a minha saia e esteve a ver bem e dizia que tinha uma bela ratinha e começou a lamber-me toda eu comecei a ficar maluca só me mexia, então senti uma coisa estranha a subir dentro de mim e gritei ele agarrou-me com força e lambeu ainda mais forte e acho que meteu a língua lá dentro eu acho que me vim como nunca tinha acontecido, tremia toda nem me consegui levantar logo então sentei-me no sofá meu pai ficou de pé a minha frente e pediu-me para o chupar novamente dizendo que me ia dar leitinho para estar preparada então eu agarrei com minha mão e pôs a pila dele dentro da boca e meu pai só pedia para ir mais depressa até que ele lançou um jato de esperma para a minha boca aquilo era esquisito amargo mas gostei muito acho que engoli tudo então meu pai baixou-se e deu-me um beijo na minha boca metendo a língua lá dentro eu adorei, sentamo-nos um pouco e estivemos a conversar eu mal conseguia olhar para ele. Perguntou-me se tinha gostado eu abanei a cabeça dizendo que sim perguntou se gostava que se repetisse eu disse que sim então ele perguntou-me se queria ter uma relação com introdução eu disse que sim mas tinha medo pois era virgem, ele disse-me que faria tudo com muito jeitinho ele então teve que sair para ir ter com um amigo e disse-me que depois ao jantar como estávamos só os dois que depois falávamos, ele saiu e eu aproveitei e fui ter com a minha amiga. Quem quiser escreva-me, conto o resto.

 

Conto Erótico enviado por: Visitante