Mr. Malas Internet & Informática - Desde 1998 - Tudo em Informática!

Voltar à página principal
 
 


Lendas Urbanas Verídicas(Fatos Reais)
Muita gente duvida no sobrenatural, mais as Lendas que vou contar aqui, aconteceram realmente no estado de PERNAMBUCO e em SALVADOR.Em PERNAMBUCO uma moça estava na porta de casa por volta de 10:30 da noite, então passou um homem alto e muito magro, e essa moça começou a tirar sarro dele dizendo: esse aí só está esperando a morte, esta na pele e no osso.O homem nada respondeu.Desse dia em diante essa moça ficou muito doente, ela não comia e não tinha ânimo, só ficava deitada e assim essa moça foi emagrecendo e pegando feição cadavérica.A tia dela resolveu levá-la numa vidente.Então essa vidente pode ver uma entidade maligna no corpo da moça.A vidente fez um trabalho espiritual e afastou o mau dessa moça.Essa entidade do mau era o homem magro que essa moça viu passar e tirou sarro da sua feição.Por respeito eu não vou dizer o nome dessa entidade. 2: lenda do cemitério QUINTA DOS LAZAROS em SALVADOR BH - muita gente já afirmou ver uma mulher sentada numa sepultura e quando a pessoa segue mais adiante ouvi a mulher cantar, as pessoas voltam pra confirma de onde vem à voz.A mulher some, e as pessoas ouvem uma chuva de pedras batendo no chão.Essa aparição já acontece a mais de meio século. 3: lenda O FANTASMA DA COSTUREIRA - em SALVADOR no bairro de BROTAS morava uma senhora conhecida como DONA PEQUENA ela era costureira, e segundo os vizinhos: DONA PEQUENA adorava a profissão.Essa DONA PEQUENA faleceu em conseqüência de um derrame.A casa em que ela morava, depois foi alugada.A família que foi morar nessa casa, todas as noites ouviam barulhos de maquina de costura, ouviam passos pela casa e só ficaram um mês na casa.Depois disso mais duas famílias moraram nessa casa, e não ficaram mais de dois meses. Esses fatos realmente aconteceram.
adelaide de oliveira - 15/09/2009 15:26:23
 
Voltar à página inicial - Lendas Urbanas Voltar à página inicial - Lendas Urbanas Voltar à página inicial - Lendas Urbanas Voltar à página inicial - Lendas Urbanas