Mr. Malas Internet & Informática - Desde 1998 - Tudo em Informática!

Voltar à página principal
 
 


Cigana do Carimbo
Lenda da Cigana do Carimbó Na época do Brasil Colônia, na região Norte, existiam os índios tupinambás que gostavam de músicas e danças. Eles usavam uma árvore chamada curimbó para fazer um tambor, que era utilizado em rituais. Naquela região, muitos escravos fugiam para as florestas e eram acolhidos por estes índios. Deste jeito, a cultura deles foi recebendo uma pitada de contribuição africana. Reza a lenda que, naquele tempo, muitos infratores que eram presos no Sul e Sudeste mas, que não conseguiam ser mortos, na forca através da pena de morte, eram levados para o Norte onde poderiam usufruir da liberdade. Porém como muitas autoridades já sabiam da fama destas pessoas, a fofoca se espalhava entre a população e assim estes seres eram expulsos das vilas através de ameaças. Deste jeito, estas criaturas fugiam para a selva e eram acolhidas nas aldeias dos tupinambás. Então, a cultura destes índios recebeu a influência dos portugueses. Um certo dia, uma caravana de ciganos estava passando, pelo Norte do Brasil, e resolveu armar as tendas numa clareira no meio da floresta. Neste grupo estava a cigana Claúdia que vestia saia rodada, bijuterias e gostava de dançar. Depois que as barracas foram armadas, esta garota resolveu passear pela selva. Mas, acabou se perdendo e não achou mais o seu povo. Desta maneira ela passou a gritar pela floresta: - Socorro! - Socorro! Até que ela viu uma fumaça, caminhou e entrou numa aldeia, onde existiam três etnias bailando uma dança circular: indígena, negra e branca. Assim um descendente de português avistou a cigana e exclamou: - Menina, o que você vai fazer com esta saia rodada?! - Menina, o que você vai fazer com este rebolado?! - Menina, vem para a roda! Então Claúdia dançou junto com estas pessoas. Depois da festa, a garota contou sobre sua situação e foi convidada para morar naquele lugar. Um certo dia, a cigana sugeriu ao chefe: - Deveríamos ir até a vila oficial dos brancos para mostrar esta dança que é feita com o tambor curimbó. Por isto uma reunião foi feita e a idéia da menina foi acolhida. Deste jeito os moradores da tribo foram até o centro da vila oficial dos brancos e começaram a dançar. Assim eles encantaram o povo e por causa da madeira do tambor, aquela manifestação artística recebeu o nome de: Carimbó. Por coincidência as palavras que o descendente de português falou para a cigana Cláudia, quando ela entrou na aldeia, são semelhantes aos versos cantados pela cantora Lia Sophia na música chamada: Ai, Menina.
Luciana do Rocio Mallon - 10/05/2014 18:56:41
 
Voltar à página inicial - Lendas Urbanas Voltar à página inicial - Lendas Urbanas Voltar à página inicial - Lendas Urbanas Voltar à página inicial - Lendas Urbanas